Atividade física regular reduz risco cardiovascular e risco de morte precoce em cerca de 34%



As comunidades científicas estimulam suas populações a abandonarem o sedentarismo focado na ideia de que desde uma caminhada, traz benefícios para a saúde geral e cardiovascular.

Devemos estabelecer uma meta de pelo menos 30 minutos de atividade física de intensidade moderada, caminhadas aceleradas, já ajuda, subir escadas, no total de três andares de uma vez e ao dia.


Atitudes como essas são capazes de diminuir o risco cardiovascular e reduzir o risco de morte precoce em até um terço – 34%, o risco de um “ataque cardíaco”.

Infelizmente, no nosso país, a maioria pratica pouca ou nenhuma atividade física no seu dia a dia, e isso é um importante fator de risco para doenças cardiovasculares.

Mesmo no caso de pacientes cardiovasculares, existem atividades físicas disponíveis e indicadas.

Importante antes, que faça uma avaliação cardiológica para saber se encontra apto a praticar a atividade física escolhida e sempre com orientação, para evitar lesões.

A frequência recomendada é de 3 a 4 dias por semana o que favorece dia de descanso entre os de treinamento.



Dr. Giulio Cesare - Medico do esporte e do Trabalho - Cardiologista

0 comentário