Cardiopatia Congênita, o que é?



Essa doença é congênita, esse problema no coração é congênito.... mas o que significa?


Uma anormalidade no coração, que já está presente desde o nascimento. Muitas vezes aparecendo sintomas somente mais tarde, ou ainda quando aparecem, já com uma fatalidade, levando a morte.


O coração do feto se forma dentro das primeiras 8 semanas, e essas doenças cardíacas congênitas surgem nessas 8 primeiras semanas. E acontece uma alteração no desenvolvimento embrionário, levando a cardiopatia.


De todas as doenças congênitas, a cardiopatia é o defeito mais comum e o mais associado a óbito.


Uma das últimas estatística no Brasil, 1 a cada 100 crianças que nascem possuem cardiopatia congênita e por ano somam-se 28 mil nascimentos de bebês com cardiopatia congênita. Em comparação, a incidência é 8 vezes maior que a Síndrome de Down.


E desses que nascem, a maioria absoluta necessitará de uma cirurgia corretiva. E a maioria desses acaba não tendo acesso, seja por falta de condições, vagas na rede pública ou diagnóstico.


São os dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular.


Por isso mais do que nunca o Pré-Natal deve ser bem feito e com os devidos cuidados.



0 comentário