Você está fazendo isso errado !!!

O Conselho Federal de Medicina tem se mostrado muito preocupado com a utomedicação e intoxicação medicamentosa.



Segundo pesquisa por orgão especializado, 76,4% dos brasileiros tem o hábito de automedicar-se e não é só isso, na mesma pesquisa foi constatado que 32% dos pacientes têm o hábito de aumentar as doses prescritas por médicos para potencializar os efeitos terapêuticos.


Segundo a Fiocruz, 28% dos casos de intoxicação humana registrados, anualmente, pelo SINITOX/CICT/FIOCRUZ/MS, são motivadas por medicamentos. Os benzodiazepínicos, antigripais, antidepressivos, anti-inflamatórios são os que mais intoxicam no país. Crianças menores de 5 anos representam 35% das vítimas. O último levantamento, de 2011, registrou 30 mil casos de intoxicação no Brasil.


A Farmácia brasileira passa por transformações, que se acentuaram nos últimos anos, com a introdução de novidades como a regulamentação da prescrição farmacêutica pelo Conselho Federal de Farmácia (Res. 586/13), a instituição de um marco regulatório para esses estabelecimentos, a Lei 13.021/14, e o novo Código de Ética Farmacêutica (Res. nº 596), do mesmo ano.



0 comentário