Fuja dos anabolizantes esteroidais!!! Veja o porquê


Anabolizantes causam efeitos colaterais irreversíveis

O termo anabolizante, se deve ao fato de causarem aumentos na construção de massa muscular.

Condenamos aqui o uso de anabolizantes esteroidais, substâncias sintéticas, isto é, que são fabricados artificialmente. Sim, porque existem os anabolizantes naturais, benéficos ao organismo.

Os esteróides são hormônios sintéticos que causam um aumento do desenvolvimento do corpo através do aumento do metabolismo das proteínas, provocando o crescimento das células. Podem ser usados em algumas patologias, como por exemplo, uma deficiência do hormônio testosterona. Algumas doenças que provocam uma perda muscular grande ou distúrbios com baixa produção de hormônios, como o hipogonadismo masculino, são tratados com esteroides anabolizantes. Mas esse uso só pode ser recomendado por médicos. Os principais encontrados atualmente são: oximetolona, metandriol, donazol, fluoximetil testosterona, mesterolona, metil testosterona, sendo os mais utilizados no Brasil a Testosterona e Nandrolona.

O homem como a mulher, apresentam um ganho rápido no ganho de massa muscular.

Esses são só alguns dos efeitos colaterais que por si só, já fariam você pensar duas, três, sei lá quantas vezes, antes de ingerir qualquer uma dessas substâncias anabolizantes esteroidais: Acne, impotência sexual, calvície, hipertensão arterial, esterilidade, insônia, dor de cabeça, aumento do colesterol maléfico à saúde, problemas cardíacos, insuficiência renal, insuficiência hepática,crescimento de pêlos, engrossamento da voz, distúrbios testiculares e menstruais, entre outros, são os efeitos mais comuns causados por anabolizantes.

Em específico no sexo feminino, a mulher apresentará também características tipicamente masculinas, como uma voz mais grossa e maior quantidade de pelos pelo corpo e rosto, além de um aumento do tamanho do clitóris e um ciclo menstrual desregulado.

No sexo masculino, o excesso de testosterona será convertido em estrógeno, o hormônio feminino, podendo desenvolver atrofia testicular, com redução da contagem de espermatozoides, redução da libido e impotência e uma condição chamada de ginecomastia, em que há crescimento do tecido mamário.

Se formos colocar aqui um por um, teríamos aproximadamente 69 efeitos colaterais já documentados em pesquisas. Até mesmo a sua parada brusca, quando deixamos de usar assim de repente, os anabolizantes também pode produzir sintomas como depressão, fadiga, insônia, diminuição da libido, dores de cabeça, dores musculares e desejo de tomar mais anabolizantes.

Mas muitas pessoas, principalmente jovens entre 18 e 30 anos, naquela ânsia de conseguir o corpo perfeito, com o menor tempo possível e também, porque não dizer, com o menor esforço possível acabam aderindo a esse "produto mágico". Também fazem seu uso, para atingirem, de maneira ilícita performances atléticas e esportivas melhores, fazendo uso oralmente ou por via injetável.

Falando de coração, esse músculo, o músculo cardíaco, sim, ele também é um músculo, também é afetado, levando a uma hipertrofia, aumento da pressão arterial, além de sofrer os efeitos secundários do aumento do LDL, o colesterol ruim, no sangue.

Sendo assim, nem preciso concluir que você deve fugir do uso de anabolizantes esteroidais!

Pareceu interessante? Curta! Compartilhe com seus amigos!!

Escreva-me dando sua opinião e sugestão, vou adorar saber o que achou do artigo e como melhorar nossa interação.

Mande um email para contato@falandodecoracao.com

#saúde #drgiuliocesare #coração #musculação #falandodecoração #anabolizantes

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
(11) 2645-3445
(11) 97169-8814
whatsapp

Segunda - Sexta      08:00 - 18:00
 

Rua Cristiano Viana, 131 - Cerqueira Cesar | São Paulo cep 05411-000 fone: (11) 2645-3445